segunda-feira, 11 de novembro de 2013

ASFIXIA

Sob os hiatos excessivos e aflitos
vão os conflitos recolhidos pela estrada
e não há nada, por enquanto, que amenize
a agonia que esta lua sempre traz

Paira no ar o peso dO ser inconstante
num tom cortante, o pensamento atrofia

Por covardia, os pés miúdos desta noite
caminham, calmos, pra não acordarem o sol.

ASFIXIA – Lena Ferreira – 
Postar um comentário