Postagens

ferreira

Imagem
...

quisera ter nascido aço mas, minha mãe me fez ferreira: parto seco quase lasso quase rio em ribanceira
forjo o verso pelas margens lambo as pautas derradeiras ardo chamas quase abismo quase seta sem ponteira
alvo certo, não acerto: corto o vento que se agita airo o velho pensamento da brisa que regurgita verbos caros, dedicados a quem não ainda desperto
quisera ter nascido aço mas, minha mãe me fez ferreira: forjo o verso e, num abraço, abrigo as almas inteiras

- Lena Ferreira - 

nas asas de um passarinho

Imagem
***
meu amado põe palavras nas asas de um passarinho quando saem de sua boca voam, pousam e fazem um ninho neste peito que vos fala pobre peito, coisa pouca, com suas penas plangentes
meu amado põe uns gestos numa estreita trajetória entre o colo, os seios e o cerne que, à loucura, ora empresto e, inflamando os lassos lábios, reedita a antiga história deste ser de tom clemente
mas, logo voa...
- ninguém sabe ou imagina o que traz quando retorna dos seus voos solitários em supostas desventuras -
volta, pousa e eis que vinho: infiltro-me nas ranhuras das palavras que adivinho luz solícita em ternuras
quando minha urgência agrava meu amado, sem palavras, sem traçar itinerários, participa a sua calma e me deixa sem palavras...

- Lena Ferreira - 

além do poema

Imagem
...
tomara, meu Deus, tomara que essa esperança que carrego no peito - de que o Amor e somente o Amor é capaz de mudar, do mundo, o jeito - nunca morra e, semente, floresça em gestos pequenos e palavras mais brandas beijando momentos amenos
tomara, meu Deus, tomara que este meu querer seja mais que uma utopia e que, além do poema, o Amor seja o verbo do dia e que o verso que canto agora, revise a sentença pra absolver  a humanidade - preciso é que o Amor vença -

- Lena Ferreira -

filtro

Imagem
***
Aprender a filtrar o que se ouve e o que se diz, penso, garante -nos um pouco mais de energia para saborear o dia, a semana, o mês, a vida!

É um exercício contínuo, e árduo no começo, mas dominada a técnica, fica mais fácil o lidar e tem-me valido muito a pena.

Entender que nem tudo o que nos enviam precisa ser recebido, poupa-nos de desgastes desnecessários.

Se aceito, passa a ser meu. Então, abstraio.

Há tanto de bom e de bem para ser visto, lido, lindo, vivo e vivido e que nos é servido minuto a minuto que se ocupo as mãos, e os olhos, com o que subtrai, não haverá meios de receber, e ver, o que acrescenta.

Cada um dá ou deseja ao outro aquilo que tem. Eu te desejo o bem.

- Lena Ferreira -

inconformadas

Imagem
***
o ar  da madrugada silenciosa e tranquila inspira-me a respirar outra visão
a chuva cai fininha mas,  não me importo mais
lembranças  inconformadas  vão ficando pra trás 

- Lena Ferreira -

obrigada, ontens

Imagem
***

Obrigada, ontens.

Sem vocês, eu não teria visto o que vi, vivido o que vivi, apreendido o que aprendi, me cansado, sorrido, chorado, sofrido, cantado, sentido - até mesmo o que não fez sentido - .

Sem vocês, eu não poderia rever os meus passos, olhar o todo passado com outros olhos, perdoar os meus tropeços, cantar a canção deste hoje com a voz mais confiante, re-sentir sem ressentimentos depois de ter descansado o peso do dia anterior no travesseiro da calma, coberta com os lençóis da consciência tranquila e acordar nova(mente).

Obrigada, ontens. Mas, adeus...


- Lena Ferreira -

eu gosto de gente

Imagem
***
eu gosto de gente que ri e que chora que fala e que cala que erra e que acerta que abraça e que aperta que perde e que ganha que não faz barganha que agrada e que aguarda que vibra e que livra
que cai e que levanta
que não se ataranta
que ajuda e que aceita
outra diferença
de gênero ou crença
que vem e respeita
e que se repeita e diz se doeu que 'bota pra fora' e não vai embora com mágoa no peito e, de algum jeito, tentar esclarecer
eu gosto de gente: de gente que sente antes de entender
- Lena Ferreira -