terça-feira, 17 de março de 2015

A CEIA

Beber com os olhos
nuvens e constelações
sólidos perfumes
coloridos gestos
úteis, necessários
transcendendo tons
comer com os olhos
gostos, sensações
o raso, o meio, o fundo
o profundo, os  restos
fúteis, temporários
alternando os sons
impressos
precisos
preciosos dons
comungando o pão
com  suas taças hábeis
tácteis e voláteis
porosos, sensíveis
no lastro da veia
erguem-nos um brinde
- no corpo do livro,
dispõem-nos a ceia -




A CEIA - Lena Ferreira - mar.15
Postar um comentário