terça-feira, 16 de dezembro de 2014

VILLE BOLOGNA (à Ana Amélia)

Parti logo depois de ter partido
sem ao menos ter podido
deitar o meu olhar no teu olhar


Tão puro, tão negro e tão limpo
tão lindo e...tão lindo, lindo
luzindo mais do que o luar


Por ele, sim, quisera ter sido engolido


Parti partido por não ter podido mergulhar
nessa negritude pura e linda e limpa e pura
indo, indo, indo, indo, indo, indo...


- nos teus olhos de oceano naufragaria antes mesmo de zarpar -



VILLE BOLOGNA (à Ana Amélia) - Lena Ferreira - dez.14
Postar um comentário