sábado, 13 de dezembro de 2014

HASTE

à Celia Domingos - 


E por ser feita de verdades
conseguiu sair inteira
de onde  brotavam tempestades
e não foi a vez primeira

Onde a metade da vontade
rendeu a vida, carcereira,
ventou com graça e suavidades
e ternuras - tão brejeira -

Envergando as adversidades
quebrantou a seta certeira
que tentava ferir a felicidade
de quem não possui fronteira




HASTE - Lena Ferreira - 
Postar um comentário