segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

GRATIDÃO

Nem todo julgamento que condena
É feito por juiz ou júri honesto
Então, não se apoquente; vai pequena,
E leva esse sorriso em protesto


E a sensação de ter valido a pena
Cada palavra e cada um dos gestos
- como o frescor de uma  brisa amena,
tão boa que compensará o resto -


E assim, tranquila, abrace o novo ano
Sem juras nem promessas, só um plano:
Por tudo o que vier ter gratidão


Ciente do que o que nos acontece
Tem um motivo que se desconhece
E traz consigo sempre uma lição



GRATIDÃO  - Lena Ferreira - dez.14


Postar um comentário