quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

OS OLHOS DE BIA

- à Bia Cunha -


Os olhos de Bia
liam Mia, de Barros, Clarice
liam tudo aquilo que vissem
liam a vida na vaga do verso


Os olhos de Bia
viam tudo de dentro pra fora
viam tudo; chegando, indo embora
e faziam, de ver, um universo


Os olhos de Bia
eram olhos de um verde outono
nem por isso criam no abandono
e o vento ventava-lhe a paz


Os olhos de Bia
tinham um brilho assim, transbordante:
eram dois risos contagiantes
era um olhar de querer  sempre mais




OS OLHOS DE BIA – Lena Ferreira – dez.14
Postar um comentário