terça-feira, 14 de abril de 2015

SOBRE O QUE VALE

Na noite que inicia mansa e em calma logo cresce, um vento generoso alisa as dobras do passado.  Passando o amarrotado, guarda todo o passo a passo. Da alma, faz armário onde o bom tempo o adormece. Assim, num sono leve; acorda-o quando necessita pinçar ensinamentos nos vieses das lembranças: dos tropeços aos sorrisos, das partidas às cheganças. Fio a fio, ponto a ponto, num bordar-se que não cansa...
Na noite que inicia mansa e em calma se faz plena, um vento generoso transbordante em otimismo refaz caminhos, pontes, laços, desconstrói abismos e firma os passos sobre o que, de fato, vale a pena.




SOBRE O QUE VALE - Lena Ferreira - abr.15
Postar um comentário