terça-feira, 11 de novembro de 2014

SEU NOME


Seu nome tamborila no meu mar inteiro.

Saltitando nessas ondas de frágeis espumas,
constela-me estrelas com seu hálito de maresia
num afago aos cabelos recobertos de luas minguantes.

Bronzeia-me a pele da alma com seus dedos delicados de sol
e, sorrindo ao meu bobo sorriso, descongela-me a timidez.

Então, ousa...

Na sensatez de um oceano vasto em marés que me consomem,
abraça-me os lábios antes mesmo que eu consiga pronunciar...

...seu nome.



SEU NOME – Lena Ferreira – nov.14
Postar um comentário