quarta-feira, 26 de novembro de 2014

RIMAS SECRETAS

 As coisas que não dissemos
- supondo-as subentendidas -
descansam nas entrelinhas
dos versos engavetados


- mas, na vaga da alma, roçam -


Pergunto se há quem possa
destrancar essas gavetas
e, em minuciosa e sã leitura,
esmiuçar as secretas rimas


- só um silêncio extenso me responde -


Pergunto, então, quando e onde
perdemos a sintonia:
-Perdemos a sintonia?
mas a resposta se esconde


Pudesse, trocava as chaves
por beijos de maresia
e, despida de garantias,
deitaria as rimas mais secretas
nesses teus lábios finos de gosto grave




RIMAS SECRETAS – Lena Ferreira – nov.14
Postar um comentário