sexta-feira, 14 de novembro de 2014

REDESCOBERTAS

Ah, esses seus olhos de coberta
Emprestam-me o calor de dois verões
Quando transitam pelas minhas estações
Até re-pousarem no fundo dos meus, quietos


Ah, esses seus olhos de coberta
Quando bendizem a palavra sacrossanta
Num afago cílio a cílio, me imantam;
Flutuo num cômodo conforto aberto


Até re-pousar nos seus braços
E nesses olhinhos de coberta
Que põem os meus instintos em alerta
Despindo cada um dos meus pedaços


Ah, esses seus olhos de coberta
Aquecem-me em tantas redescobertas...



REDESCOBERTAS – Lena Ferreira - nov.14
Postar um comentário