quinta-feira, 14 de maio de 2015

ENTRE OS SUORES CEGOS

Certas notícias forasteiras trazem
a impressão de rumores precisos
às cidadelas e, fabricando os tipos,
fomentam bocas com as suas ilusões venais

Correm as vielas, sobem escadarias
degrau, degrau, entre os suores cegos
negritando os pingos da não-novidade
saciam sedes secas fartas desestruturais

O pó do tempo a tanto tempo escasso
desfaz seu riso gestado à surpresas
desce as escadas e, imprimindo pressa,
despensa o que só interessa a esses jornais  



ENTRE OS SUORES CEGOS - Lena Ferreira - mai.15
Postar um comentário