sábado, 30 de maio de 2015

PASTOREANDO AUSÊNCIAS

Ah, vertentes de constâncias e alívios,
águas deslizantes em perenes sossegos
que margeiam certas sedes insolventes...

- com aquelas que, pastoreando ausências,
alisam os seus umbigos proeminentes
dolentes num descampado modesto -

...tendes complacência

- grávidas de gestos, miram distâncias  
e aguardam pelo parto dos convívios -



PASTOREANDO AUSÊNCIAS - Lena Ferreira - mai.15



Postar um comentário