sábado, 23 de maio de 2015

DIA APÓS DIA

É nessas horas em que o sol sai do seu berço
e se prepara pra mais uma reestreia
sem se importar com convidados ou plateia
que, refletindo no seu gesto, amanheço

Saio da cama, me espreguiço e bebo um terço
do sopro bom com notas frescas de azaleia
o outro terço, é do café que acorda a ideia
um banho fecha o ritual e agradeço

Sigo à rotina - livros, provas, exercícios -
onde o final ainda parece com o início
onde o cansaço vem tentando uma vaga

E nessas horas, miro o sol no seu ofício:
por mais estranho que pareça, e mais difícil,
dia após dia, reestreia e não se apaga



DIA APÓS DIA - Lena Ferreira - mai.15
Postar um comentário