quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

SONHO

Enquanto a noite anda, vagarosa,
de braços dados com uma leve brisa
o pensamento dorme e concretiza
a viagem mais perfeita e esplendorosa

É quando, em veste fina e vaporosa,
compromissadas almas, sintonizam
os fios de promessa e minimizam
a espera, demorada mas zelosa

Enquanto a noite, com seus passos lentos,
caminha, almas com o peso do vento,
flutuam e partem pr'esse encontro breve

Marcado com suas almas prometidas
- quando acordadas, vagam adormecidas
e só despertam quando dormem leves -

SONHO – Lena Ferreira – dez.13
Postar um comentário