domingo, 1 de dezembro de 2013

DENSOS


Há quem diga que o que distancia
nos separa mas não acredito
pois com o toque de uma poesia
alma, mente e corpo teus, eu sinto

Há quem diga que essa lonjura
marmoriza o sentimento a dois
leio os versos, todos de ternura;
e a distância, deixo pra depois

Entre nós, há um largo oceano
e profundo, isento de enganos,
em pensares densos de desejos

Suas ondas, calorosas, quentes,
vindo à tona, todas displicentes,
dão-te, longe, imaginados beijos

DENSOS - Lena Ferreira – nov.13


Postar um comentário