quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

DE PASSAGEM

No curso da longa estrada
vou traçando meu destino
cansativa é a caminhada
muitas vezes, vou sozinho
desbravando esse caminho
sem escudo, sem espada
atravesso as correntezas
carrego poucas certezas
pra bagagem ser mais leve
na passagem que é breve
vou bebendo da beleza
que a paisagem me oferece
tenho o sol que me aquece
tenho a chuva no meu rosto
e a brisa, prima-irmã do vento
revigora esses meus passos
e amenizando o cansaço
tranquiliza o pensamento
do muito que acontece
porque os olhos não esquecem
do que corre pelo mundo
coração em disparada;
pouca coisa sendo nada
muita coisa sendo tudo

...no curso da longa estrada
vou seguindo, quase mudo

DE PASSAGEM - Lena Ferreira - dez.13
Postar um comentário