quinta-feira, 11 de junho de 2015

SOBRE A POÇA

Sobre a poça pela noite derramada
um sol novo já com ares de inverno
trouxe nos dedos um madrigal  tão terno
pra tocar em cada gota esparramada

Cada toque, o vapor que ascendia
modificava as gotas da poça cheia
solfejando a novidade que se enleia
- feita em nuvens, a poça pro céu subia...

...lá chegando, o sol com um abraço forte
condensou dores, tristezas; fez um corte
no ventre de cada nuvem que se via -

Se pecado for, perdoe: ao ver a morte
dessa poça em cada nuvem que paria
percebi que, em volta, a vida renascia



SOBRE A POÇA - Lena Ferreira - jun.15
Postar um comentário