quarta-feira, 17 de junho de 2015

DULCÍSSIMO

Dorme um sonho pequenino
nas abas do pensamento
vai coberto por um vento
vai com olhos de menino

Dorme um sono celestino
cheio de contentamento
sonho com o aprimoramento
dos passos do seu destino

Dorme, sonho, enquanto canto
um dulcíssimo acalanto
até que estejas pronto

Para um despertar maduro
no destino que futuro
paciente o nosso encontro



DULCÍSSIMO - Lena Ferreira - jun.15
Postar um comentário