quinta-feira, 10 de julho de 2014

VEM SER


Entre o certo e o errado
tudo é aprendizado

Entre o aplauso e o assombro
tudo é peso no ombro

Entre a rima e o verso livre
nada o que dizer que prive

Entre a vaia e o dedo em riste
nada de sentir-se triste

Entre a lua e as estrelas
seja quem a oferecê-las

Entre o sim ou entre o não
deixa: vem ser coração


VEM SER – Lena Ferreira – jul.14

Postar um comentário