quarta-feira, 9 de julho de 2014

POR DIREITO


Se durante uma batalha
não atinjo minha meta
sigo em frente, linha reta
consciente dessa falha

Levo o bom aprendizado
que nem sempre o que se visa
é o que se mais precisa;
facilito os pés, cuidados

Posso até sair de cena
aparentando cansaço
mas não me rendo ao fracasso;
minha alma não é pequena

Num descanso necessário
repenso minha conduta
retornando, logo, à luta
com um outro itinerário

Há vezes, insistir parece inútil
considerado o desgaste e o preço
pago pelo que nem sei se mereço
vestindo, às vezes, um motivo fútil

Contudo, desistir é covardia
diante de qualquer objetivo
da luta, que me faz mais vivo;
da luta que me faz ver poesia

Eis a certeza que alimento, enfim:
por mais cansado que esteja meu peito
tudo aquilo que for meu por direito
encontrará um jeito de chegar a mim

POR DIREITO – Lena Ferreira – jul.14













Postar um comentário