segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

NUANCES

Quereria os teus passos como nuvens
de um céu azul profundo tal teus olhos
Os teus dedos, quereria-os violáceos
perfumando o meu segredo sob a pele

Os teus beijos, quereria-os num vívido carmim
tal pétalas acetinadas de uma rosa virgem
Quereria teus olhares num alaranjado fim-de-tarde
debruçados no relevo do meu corpo

Quereria todo esse amor líquido, perfumado
com aromas de alfazema e verbena e sussurrando
num quasar alucinante de um poema imperfeito
respiraria as tuas nuances de ternura

NUANCES - Lena Ferreira -
Postar um comentário