sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

CONTANDO ESTRELAS

Perco-me a contar as estrelas
que brincam no céu da sua boca
grávida de sonhos e promessas
salivando entre a razão e a loucura

E da ternura desse seu sorriso
bebo as gotas mais singelas
afagando com dedos de brisa
cada onda gris dos seus cabelos

Abraço o mar bem no seu peito
e acalento o meu sonho mais secreto:
pássaros bebendo da sanidade
que retém os meus pés no chão

Perco-me a contar estrelas
e nem percebo o que na noite acontece
- só me dou conta que o seu sol me amanhece -

CONTANDO ESTRELAS - Lena Ferreira -
Postar um comentário