segunda-feira, 2 de novembro de 2015

ÀS TRISTEZAS DESTE DIA


Elevo o pensamento aos que já não estão neste plano, mas, que fizeram parte da minha jornada deixando marcas, ensinamentos, lições... E agradeço sinceramente pela oportunidade do convívio e da troca que nos foi permitida até o momento da passagem. Certo que uma ponta de tristeza pela ausência física nos abate, principalmente neste dia (de finados).
É fato que nada conseguirá preencher o vazio deixado, mas saber que compartilhamos alegrias, sorrisos, abraços e vida, se não sara a ferida, ao menos suaviza a dor da perda e com a lembrança de tudo o que vivemos juntos, deixo escapar um sorriso tímido mesmo com o peso de uma saudade infinita, mas tão bonita... Que, de certa forma, me consola.
Meu profundo respeito às tristezas deste dia acompanha a quase certeza de um reencontro mais adiante.




ÀS TRISTEZAS DESTE DIA  - Lena Ferreira -
Postar um comentário