segunda-feira, 13 de julho de 2015

PRIMAVERANDO NO INVERNO

Venho de plantar entre as estações
sementes várias de flores que nem conheço
- sem aguardar pelo florir que não tem preço,
levo no peito a melhor das sensações -

Vou solitário, carregado às emoções
visto sozinho em passo, triste assim pareço
imaginado que nem saiba o endereço
de onde chegar; sentido, metas, direções

- mas, do plantio, não me canso: ciclo eterno
verões e outonos, primaverando no inverno -

Entre o cuidado e o acaso sementeiro,
as flores nascem, perfumando o caminho
e o detalhe de ser visto assim, sozinho
passa distante do pensar plantar primeiro



PRIMAVERANDO NO INVERNO - Lena Ferreira -
Postar um comentário