terça-feira, 27 de outubro de 2015

CANÇÃO PARA UMA BORBOLETA

Ana,
onde a meninice vibra
a faceirice se equilibra
e a mineirice doa garra e fibra
pelas mãos de um Sol em libra
dona de um sorriso que abraça
e de um abraço que transborda
tem um olhar em transparência
que revela em pura essência
que 'apesar de'...a vida é boa:
segue e serve e, ‘se...’, perdoa
Ana,
que, fr(ágil) se fez fortaleza
qual borboleta, na sua leveza,
pousa, vibra e, livre, voa
e, acima de tudo,
ama.


CANÇÃO PARA UMA BORBOLETA - Lena Ferreira -


Postar um comentário